segunda-feira, junho 18, 2012

O espelho da mulher feia

Texto retirado do blog: 


"Ela nunca havia se olhado, nem sabia a dimensão do brilho do seu olhar.
Mas ela se amava, era feliz, e tinha alma curada. Até que um dia ganhou um pequeno espelho, onde encaixou seus olhos grandes e brilhantes.
Entusiasmada ao ver seus olhos no espelho, como num toque de mágica se apaixonou por ele, e o manteve pendurado na parede.
Todos os dias antes de qualquer coisa, ela se olhava, se admirava, passava o dia feliz. Encantada! como se o seu olhar revelasse a pureza da sua alma.
Meses se passaram, o espelho se quebrou, a tristeza foi notável no semblante simples e fasceiro da linda mulher.
Ouvi-se palmas no portão, uma encomenda enviada por uma amiga, um bilhete de felicitação. Amiga! Esse da para encaixar seu rosto, não apenas seus olhos.  Ao se olhar, descobriu seu sorriso e este roubou a cena do seu olhar. Como se toda beleza, fora transferida para o seus lábios em movimentos de alegria.
Essa mulher não se conteve, e buscou com muito esforço um espelho para encaixar seu corpo.
Passou admirar as curvas perfeitas sem marcas. Sem que percebesse estava aprisionada a sua imagem. Despertou-se para vaidade. Numa manhã, depois de algum tempo que não se olhava nos olhos, percebeu o quanto havia envelhecido. Rugas, manchas,  exclamando disse: há algo de errado comigo! Não posso aceitar minha imagem imperfeita. Cremes, tratamentos, cirurgias e busca incessante  tentando corrigir sua imagem. Cicatrizes profundas, marcas visíveis, enfim. Depressão!
A mulher linda, se entregou, fechou os olhos e preferiu a escuridão. Recusou-se lutar contra si mesma. Até que um dia, quase morrendo de insatisfação, alguém entrou em seu quarto, abriu as janelas e a arrancou da cama dizendo: Hoje nos vamos passear na rua. A luz do sol ardia seus olhos, a tristeza dominará a beleza de seu olhar.
Enquanto passeavam, ouviu-se um grito. Hei moça! Você quer comprar um espelho? Naquele momento quase vencida pelo mal da vaidade, essa frase soou como uma afronta ao seu esforço de lutar.
Quando o menino completou a frase dizendo: Ele é pequeno, mas da para encaixar seus olhos, deu a impressão de que uma mão arrancou do seu peito, toda tristeza e depressão. Aquela mulher entendeu, que precisava voltar e retomar o ponto de partida da sua verdadeira felicidade.
Volte a se olhar nos olhos, volte enxergar sua alma, volte se amar!
Não existe mulher feia, mais sim espelho grande demais, seja feliz, não se prenda a sua imagem!"
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amo receber seus comentários *-*